segunda-feira, 20 de julho de 2009

Jogadores do Grupo Desportivo da CUF, Uria e Faia

Aqui vos trago mais esta curiosidade, estas magnificas caricaturas de jogadores do Grupo Desportivo da CUF. As carteiras de fósforos antigamente, eram muito mais coloridas, desenhadas, e com uma multiplicidade de temas que nos dias de hoje, (servindo até como forma de coleccionismo por muitas pessoas) também não era para menos, na época todos os usavam, e os isqueiros? Bom quem quisesse isqueiro, era melhor ter uma licença (há até quem diga que era a formula encontrada pelo governo de subsidiar as fosforeiras). Histórias a parte, aqui ficam as imagens, prometo que assim que encontrar mais serão publicadas.

URIA






















Infelizmente a informação sobre este jogador é muito pouca, apenas sabendo o que está escrito nesta carteira de fósforos, representou o Grupo Desportivo Estoril Praia e depois o Grupo Desportivo da CUF.


FAIA





















Sobre o Faia ou como também era conhecido "Guerra Faia" era um filho da terra. Desportista nato, começou a sua carreira na natação onde com apenas 14 anos de idade foi campeão regional nos 50 e 100 metros. Passado um ano muda-se para o Futebol Clube Barreirense, onde pratica o Basquetebol e o Futebol, até que aos 18 anos opta por um dos desportos, o futebol. Em 21 anos de profissional representa diversos clubes: Académica, Barreirense, Grupo Desportivo da CUF e Luso Futebol Clube. Conta no seu palmarés 400 golos marcados. Voltará ainda ao Desportivo da CUF como treinador, seguindo-se depois o Luso Futebol Clube, o Oriental, o Portimonense, o Barreirense entre outros. Em 1998 foi-lhe atribuido pela Camara do Barreiro o galardão "Barreiro Reconhecido" na area do Desporto.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Postal da SG de aviso de recepção de cargas



Em tempos idos, quando se enviava encomenda por navios, mal ela chegava ao porto de destino, a pessoa a quem esta era dirigida, recebia um postal idêntico ao que se pode ver neste post. Repare-se no já moderno logótipo da Sociedade Geral que durou até 1972. Se observarmos no verso podemos ler modelo S.G., muitas pessoas poderão pensar que é Sociedade Geral, mas estarão enganadas, pois segundo me disseram pessoas que trabalharam na parte dos escritórios significava: Secretariado Geral, pode-se ainda ler que foram feitos 2000 exemplares em 1971.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ainda o Sabão Clarim





Aqui está uma coisa que não se vê todos os dias. Um sabão Clarim, dos antigos ainda no seu celofane original. Vê-se no seu aspecto que já lhe passaram muitos anos por cima, resistindo aos tempos. Podemos observar o antigo símbolo do Clarim, que já nada tem a haver com o actual. De resto a única coisa que ainda continua a manter a tradição é precisamente continuar a ser produzido pela SOVENA. Com um símbolo que parece uma árvore, com letras encarnadas a dizer "Fabricado por CUF, SNS (sociedade Nacional de Sabões, e M&C (Macedo & Coelho)". Digno de registo é encontrarmos por todo o celofane, escrito em italiano, françês. inglês, grego, esponhol e alemão, a sua categoria de sabão, o que claramente nos indicia que era exportado para esses países.
Era vendido em barras de 250 gramas como também podemos observar. Aqui fica mais esta curiosidade para a história do Clarim.

2º Aniversário do Blogue

No passado dia 5 de Julho, fez este blogue o seu segundo ano de vida. Foi um ano em que o blogue sofreu uma quebra na sua actividade, e provavelmente nas visitas. Prometo que de agora para a frente, será diferente. Este foi também um ano de muitas novidades quer em estudos quer em aquisições que pretendo demonstrar aqui. Quero agradecer a todos os que nos visitaram, e a todos aqueles que vão deixando mensagens, pois também elas enriquecem o já vasto conteúdo deste blogue. Sejam recordações, sejam criticas, façam-nas só assim podemos melhorar este blogue que é feito para todos aqueles que gostam do tema, e uma homenagem a todos os aqueles que durante décadas participaram, na construção, no crescimento, e desenvolvimento das Novas Fontes de Trabalho que a CUF proporcionou ao País.