quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Facturas da CUF datadas de 1914

Hoje trago um documento deveras curioso. Atente-se nesta interessante e rara factura da CUF de Julho de 1914. Um documento com 96 anos! Incrível a sua longevidade! E que informações nos dá este respectivo documento?

Numa primeira analise verifica-se ser uma compra efectuada no deposito da Companhia situada em Santarém. Como se sabe, logo de inicio a CUF, com Alfredo da Silva no lugar de Administrador-Gerente, estendeu a comercialização dos seus produtos, por meio de uma rede depósitos situados por todas as regiões do país. Observe-se ao alto do lado esquerdo, as inúmeras medalhas, que a empresa já tinha recebido em exposições internacionais (Paris - 1878, Lisboa - 1888, Anvers - 1894, Paris - 1900 e St. Louis - 1904) demonstrando que já na época a CUF não era uma empresa qualquer. Delicioso é tambem ler num português antigo, os principais produtos fabricados pela empresa, bem como os interessantes "endereços telegraphicos" nos quais cada produto correspondia a uma das fabricas. Outra informação curiosa, é a sede da Companhia, ser ainda na então Rua Vinte e Quatro de Julho (hoje Av. 24 de Julho)

Verifica-se que um senhor, de seu nome, António Lourenço da Silveira, morador na Rua de S. Bernardo em Lisboa, detentor da Quinta do Rosário em Santarém, comprou 450 Kg de "Enxofre Sicília" do qual a empresa fez um desconto de 2%, ficando o total da conta em 13 escudos e 25 centavos. A juntar a este documento apresenta-se ainda o interessante comprovativo do recebimento do dinheiro por parte da CUF, não faltando o selo fiscal e o carimbo do Tesoureiro da empresa.


Um comentário: