segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O ESSO MERCIA na Lisnave em 1968

O Esso Mercia, chegou ao Tejo no dia 2 de Fevereiro de 1968, este era na época o maior navio entrado no por de Lisboa. Possuía 170 mil toneladas de porte bruto, e 308 metros de comprimento e 45 de largura.
Este petroleiro foi construído nos estaleiros da A.G. Weser, de Bremen (Alemanha), empresa essa que na época estava a construir para a Lisnave o casco de petroleiro de 82 mil toneladas que tinha sido encomendado pela SOPONATA, baptizado de "Larouco" e que seria entregue em 23 de Junho de 1969.
Chegado ao Estaleiro da Margueira, procedeu-se à pintura do casco e fundo e outros trabalhos de acabamento, e depois entregue ao armador.
Podemos ainda observar, o enorme terrapleno no qual em 1971 passaria a estar a Doca 13 (Doca Alfredo da Silva) que era uma das maior do Mundo do seu género. Ao fundo observe-se os as enormes torres de Almada ainda em construção, com a cidade de Lisboa em pano de fundo. Deixo-vos ainda 3 fotografias da chegada o Esso Mercia ao Estaleiro da Margueira. As palavras ditas na capa da Revista "Mais Alto" fazem jus ao que naqueles tempos era verdadeiramente os os Estaleiros da Lisnave, uma Estação de Serviço Internacional, na principal rota do petroleo.



2 comentários:

Anônimo disse...

A foto oficial do navio LAROUCO:

https://lh3.googleusercontent.com/-3FFDn8qJUjo/USZug-anhGI/AAAAAAAAAfw/7-zKdNfUbus/w1358-h497-no/Scan_Pic0030.jpg

Ricardo Ferreira disse...

Muito obrigado pela foto. A sua cerimonia de baptisdmo e lançamento ao mar ocorreu na Lisnave precisamente em 1969 como bem deve saber.