segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Antigos Depósitos e Dependências da CUF

Como é do conhecimento geral, a Organização CUF, teve em Portugal, uma das mais densas e eficazes redes de depósitos de vendas dos seus produtos, cobrindo o país de lés a lés. Isto numa época onde a maioria das empresas, bancos e outros serviços, apenas se ficavam pelos grandes e médios centros urbanos, essa massificação só se veio a generalizar a partir dos anos 80. Contudo já nos anos 30, a estratégia empresarial da CUF, de forma a suplantar a concorrência, passava por deter agências e depósitos, em locais como, Alcácer do Sal, Bombarral, Braga, Cantanhede, Coimbra, Castelo Branco, Evora, Covilhã, Sines, Mértola, isto só para referir algumas, pois o rol de localidades dava para encher uma página.

Pois bem após esta pequena nota introdutória, o que me proponho aqui, é colocar fotografias actuais de algumas dessas dependências. Algumas ainda continuam a existir, outras foram abandonadas e caídas no esquecimento, e casos há que o edifício existe, mas o mesmo foi adaptado para outros ramos de comércio. Quero agradecer a duas pessoas que me têm feito o favor de tirar fotografias dessas instalações, sem as quais teria sido quase impossivel, efectuar esta primeira amostra. Ao Marco Valente, e à Catarina Vaz um muito obrigado. Logo que consiga mais fotos de mais dependências estas serão colocadas.


Este antigo depósito da CUF e que ainda se encontra no activo pode ser encontrado na cidade de Santarém

Observe-se na fachada as antigas letras já gastas pelo tempo



Depósito situado na cidade de Aveiro, observe-se na frontaria do mesmo uma gasta Roda Dentada da CUF

na parede do lado esquerdo, dois símbolos, duas épocas distintas

com maior pormenor

vista geral do depósito


Antiga agência de Castelo Branco ao abandono

pormenor do anúncio luminoso


Para além das referidas agências e depósitos, a CUF contava ainda com as Delegações Agronómicas, importante peça da sua politica de vendas. Ao folhearmos o Almanaque Agricola de 1962, podemos ler o seguinte:

"A CUF mantém uma rede de Delegações Agronómicas Regionais que têm por função prestar assistência técnica à Lavoura de forma a contribuir para a boa utilização, por parte desta, dos produtos que anualmente emprega, especialmente de adubos, pesticidas e farinhas para o gado.
Assim foi o País dividido em 14 zonas cada uma das quais constitui a área duma Delegação. Estas são chefiadas por m Engenheiro-agrónomo que, além dos conhecimentos que a sua preparação universitária lhe dá, possui ainda, um profundo conhecimento da região onde trabalha, estando perfeitamente identificado com os problemas a agricultura regional"

Após a explicação sobre as Delegações Agronómicas, para melhor exemplificar, o que atrás foi dito, coloca-se aqui o mapa das mesmas:


Para finalizar aqui ficam duas fotografias da antiga delegação regional da CUF em Santarém, pareceu-me ao abandono, ja com os simbolos da era Quimigal:



Nenhum comentário: