sexta-feira, 26 de outubro de 2007

A Presença do Grupo CUF no sector Imobiliário

Projectada numa época onde grande parte dos investimentos no mercado imbiliário se encontravam situados nas zonas turísticas, Miratejo foi algo de inovador. No nosso país excluindo a empresa J. Pimenta, que na área da Grande Lisboa (Reboleira, Amadora, Cascais, Paço de Arcos etc.) construiu grandes bairros habitacionais, não existiam empresas semelhantes com tal dimensão.

Surge então a Realimo no Outono de 1966, com um capital de 50.000.000$00, fruto de uma join venture efectuada entre o Grupo CUF e o Grupo CFE de origem belga. A primeira missão desta nova empresa foi efectuar um estudo sobre o nosso mercado imobiliário. Na época assistia-se a um grande crescimento dos subúrbios da Capital, assim em 1967 a Realimo projecta uma nova cidade na margem sul designada por Miratejo Cidade Panorama. Na sua época era sem duvida um projecto urbanístico de grande envergadura, que implicava a deslocação quotidiana de 10.000 pessoas para a Capital. A sua situação geográfica, junto ao Laranjeiro, Almada e a 3 Km de Cacilhas, permitia uma rápida ligação a Lisboa (Auto-Estrada do Sul, Ponte Sobre o Tejo e Cacilheiros).


Este projecto respondia à dupla necessidade de trabalhar na cidade, e a possibilidade de viver numa zona calma, perto da Capital. Este projecto foi aprovado pelo Alvará de Licença de Loteamento nº 13 de 22 de Dezembro de 1967, começando de imediato as obras de construção. A cidade era divida em duas zonas, uma área urbana constituída por prédios e outra situada junto do pinhal para vivendas.





Alguns Dados sobre o Projecto de Miratejo Cidade Panorama:

Infra-estruturas Básicas

- 5,5 km de estradas

- 7 km de redes de esgotos

- Instalação de uma rede de distribuição eléctrica, e de iluminação pública, comportando 20 postes de transformação e 16 km de cabo eléctrico.

Observando o esquema urbanístico colocado acima veja-se a descrição da Zona Comercial e Serviços:

1 - Centro Comercial, situado em zona pedonal, com 80 estabelecimentos comerciais e um Supermercado

- Um Banco

- Um Cinema com 600 lugares

- Um posto médico

- Uma esquadra de polícia

2 - Escola primária para 600 alunos e dois jardins infantis para 400 crianças

3 - Igreja e Centro Paroquial

4 - Mercado Municipal

5 - Restaurante situado na zona de pinhal com vista panorâmica.

6 - Estação de Serviço

Dados que possuo afirmam que Grupo CUF esperava a cifra de 200.000.000$00 em vendas para o ano de 1973 neste empreendimento. Em 1972 a REALIMO associou-se a uma empresa de arquitectura civil chamada Pro-Constroi.

Antes de terminar quero ainda referir que o Grupo CFE não era uma empresa qualquer, pois tinha uma larga experiência no ramo e com importantes empreendimentos por toda a Europa, caso do antigo Centro Administrativo da CEE em Bruxelas. Em todas as áreas de negócio o Grupo CUF tentou sempre associar-se aos melhores.

Índice das Imagens:

1 - Vista Aerea da futura Cidade de Miratejo (1967)

2 - Esquema da localização geográfica de Miratejo

3 - Primeiro Bloco Habitacional, Novembro de 1969

4 - Esquema da Cidade de Miratejo

Fontes:

O Grupo CUF, (ediçao da CUF) 1973

Publicaçao de Miratejo, da autoria da Realimo, datada de 1969

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa Noite.

Por acaso não tem fotografias antigas de Miratejo? Agradecia imenso.

contacte-me sff.
flip_teixeira_92@hotmail.com

Ricardo Ferreira disse...

Boa noite

Infelizmente não tenho, também gostava de ter, mas é difícil.

Melhores cumprimentos

Ricardo Ferreira