terça-feira, 2 de outubro de 2007

CUF – Departamento de Projectos

Corria o ano de 1934, quando foi criado o primeiro gabinete de projectos, tendo sido instalado na antiga Oficina de Caldeiraria, onde foram colocados 2 estiradores. Devido á evolução da Companhia e do seu ritmo de trabalho, este gabinete foi sendo constantemente aumentado passando para o número de 8 em 1945, subindo para o número de 12 em 1947. Ainda neste ano foi montada uma sala de Desenho num compartimento privativo do 1º andar do Edifício dos Escritórios da Zona Metalo-Mecânica. Os desenhadores encontravam-se agrupados em duas equipas de 6 elementos cada, sendo uma da especialidade de mecânica e outra de estruturas metálicas.

Em 1952 devido ao crescente desenvolvimento da Companhia, e porque o espaço desse departamento começava já a sua exíguo, levando a incomodas condições de trabalho, foi de novo transferida para o 1º andar do edifício onde, funcionaram as oficinas Eléctrica e de Carpintaria, junto ao edifício do Posto Médico. Em 1954 foi-lhe instalado a título provisório um Gabinete Fotográfico, onde passaram a executar-se os primeiros trabalhos das “Reproduções Fotográficas” quer por fotografia quer por fotocópia. E o que era isto de “Reproduções Fotográficas”? Não nos podemos esquecer que, para cada projecto elaborado por este Departamento eram necessárias cópias para serem entregues ao arquivo, a secção e que pertencia o projecto e ao técnico que ia trabalhar com os maquinismos (quando era o caso).

De 1952 em diante, devidas às exigências de trabalho mais volumoso das diferentes Zonas, aparecimento de novas técnicas oficinais, implantações de novos fabricos, levou à admissão gradual e sucessiva de mais desenhadores, agentes técnicos, engenheiros etc.
Por volta de 1957/58 a quantidade de desenhadores, atingia o número dos oitenta, agrupados em várias equipas, que constituíam diversas especialidades como a mecânica, estruturas metálicas, tubagens, electricidade, construção civil etc.

Em 1958/59 devido a uma nova orgânica adoptada, operou-se a descentralização da Sala de Desenho, passando a denominar-se Departamento de Projectos, consistindo na criação dos chamados Centros de Estudo, primeiro nas Zonas e, mais tarde, nos Departamentos (Conservação Mecânica, Electrotecnia etc.). Deste modo muitos dos desenhadores que aí haviam adquirido a sua experiência foram transferidos, tanto para os Centros de Estudo, como para a Profabril (Empresa de Estudos e Projectos fundada pela C.U.F. em 1963). A actividade do Departamento de Projectos passou a dar o apoio necessário às Fábricas do Barreiro, todas as novas construções de fábricas, edifícios, instalações de maquinismos, etc., passavam por este departamento.

Pessoal existente no Departamento de projectos (ano de 1965)

Chefes de Serviço e secção.........................................4

Desenhadores (mecânica, estruturas metálicas, tubagens)...17

Empregados de Escritório...........................................3

Fotógrafo.............................................................1

Operadoras do Gabinete Fotográfico..............................3

Operador das reproduções heliográficas..........................1

Arquivistas...........................................................2

Operários.............................................................7

Total.................................................................38


Índice das Imagens:

Foto 1 - Aspecto da Sala de Desenho de Mecânica

Foto 2 - Tiragem de cópias heliográficas

Foto 3 - Um aspecto do estúdio de Fotografia Industrial

Fonte: Revista de Informação Interna CUF, Setembro de 1965

Um comentário:

Marta disse...

Muitos Parabens pelo Blog! Esta super interesante. Porque em Portugal tambem se fazem coisas bem feitas que infelizmente muitas vezes as pessoas se esquecem.

Obrigado por nos lembrar!
Sendo uma ex profabril do coração, fico feliz em ver aqui vertida uma parte da sua historia. Muito haveria para contar!...